// Reflexologia Podal

A livre circulação de energia vital

Praticada formalmente pela primeira vez, em 1900, pelo Dr. William Fitzgerald, no Boston City Hospital, esta é uma técnica muito antiga, datado em diversas civilizações da Antiguidade, como os egipcíos e os chineses, com métodos idênticos aos praticados nos dias de hoje. No séc. XV (ano 1400), países europeus como a Inglaterra, já aplicavam estudos sobre reflexologia, intitulados por “Terapia de Zona”.

O que é a Reflexologia Podal?

A reflexologia podal é uma técnica natural, não evasiva, que estimula a autocura do organismo através da estimulação de pontos específicos no pé. Esta baseia-se na Livre Circulação de Energia Vital, no qual estão contectados com os nossos pés, todos os orgãos do corpo humano, desde os olhos, os órgãos vitais, os órgãos genitais, até à coluna.

Quais os benefícios da Reflexologia Podal?

É importantíssima a nível do relaxamento global do corpo, pois consegue descontrair todo o sistema muscular. Contribui no restabelecer do sistema imunológico, facilita o transporte de o de oxigénio e nutrientes, elimando das células, as toxinas do corpo.

É uma terapia que potencia o efeito dos medicamentos, acelerando o processo de tratamento.

Contra – Indicações:

É desaconselhado a pessoas com doenças graves e/ou cardiovasculares. Também não poderão fazer após uma cirurgia, quam tenha problemas de circulação sanguínea acentuados, feridas abertas nos pés. Durante a gestação, o ideal será evitar esta terapêutica.

Quantas sessões são necessárias?

Cada caso é um caso. O ideal será marcar uma consulta de avaliação (gratuita) para se perceber que ação a tomar. Quanto às sessões necssárias, estas também dependem da reação de cada organismo, começando a sentir efeito após três sessões.

O intervalo entre cada sessão é em média de sete dias.